terça-feira, junho 19, 2007

A minha aventura

Apeteceu-me brincar com as missangas, daquelas bem pequeninas. Admito que para mim é um exercício de paciência, um verdadeiro teste aos meus próprios limites. São horas a enfiar aquelas minúsculas continhas num fio quase invisível, isto quando as unhas (que eu gosto de deixar crescer) não atrapalham e acabam por espalhar toda aquela cor em meu redor. E quando os dedos parece que engolem a conta e deixamos de a ver?... depois abrimos os dedos devagarinho para nos certificarmos de que ela continua lá, e a continha, num momento de brincadeira connosco, salta-nos da mão e faz um bailado pelo chão da sala, rodopiando, até se esconder no sítio mais recôndito. E aí começa outra brincadeira, a do esconde-esconde (ou às escondidas, como eu lhe chamava).
Têm que admitir, trabalhar com missangas é uma emoção, uma aventura digna de um conto de Júlio Verne! Nunca sabemos como terminará nem que maravilhosos lugares e personagens vamos encontrar. A busca pelas continhas perdidas são como caças ao tesouro, que nos transportam a locais mágicos, inóspitos, desconhecidos, alguns deslumbrantes, outros verdadeiros antros fantasmagóricos, vestidos de véus brancos tecidos por aracnídeos, e onde deambulam volumosas bolas cinzentas de pó e tudo o mais que foge à frente do famigerado monstro chamado "aspirador". E por vezes temos a sorte de um encontro do terceiro grau com os habitantes desses sítios escuros e esquecidos pela humanidade.
Emocionante mesmo é o momento do achado histórico, aquele momento em que deparamos com o desaparecido botão daquele casaco lindo e que não existia em nenhuma retrosaria. E há ainda o achado fóssil: aquela pintarola que se escapou do tubinho e à qual a erosão das forças da natureza arrancou parte da capa colorida que a revestia e a deformou num objecto cinza-acastanhado rugoso. Têm que experimentar esta emoção única que é trabalhar com missangas! Garanto-vos momentos inesquecíveis!

O resultado da minha aventura à Julio Verne. Um colar de missangas brancas, rosa, violeta e cristal, contas e pendente em vidro. Curto, para usar com o decote que se exige nesta época do ano.

Pormenor do pendente.
Refª: CC_19

28 comentários:

Ana Lopes disse...

Olá! Bem adorei a tua historinha, realmente é tudo verdade, e tudo se passa como contas, é muito engraçado as coisas que nós encontramos quando andamos á procura das missangas desparecidas, lol
Ah e esse colar ficou esplêndido, parabéns ^__^
Beijokas da Ana

Li disse...

Olha miquinhas muito sinceramente, não sei se estou mais encantada com o colar se com o conto... consegues "embebedar-nos" com as tuas palavras e deixar-nos completamente rendidas a esta tua vocação ainda tão pouco explorada... QUERO MAIS, QUERO MAIS :-)
Um gr beijinho

* Joana & Rita _ Bijuteria Bacco * disse...

Cara Miquinhas, esta tua forma de descrever as coisas é simplesmente fantastica, hipnotizamo-nos com as tuas palavras lindas, e com a forma doce com que "pintas" a situação.
Quando chegamos ao fim e nos deparamos com a peça fantastica produzida nesta história de embalar, então aí sim, rendemo-nos ao teu trabalho "fantasticamente" bem conseguido! E se as tuas peças são lindas as tuas doces palavras tornam as peças com uma beleza inigualável!

Parabéns!

Beijokas

DUPLARTE disse...

Tanto a historia como o colar estao um encanto...eu tambem gosto muito de brincar com essas missangas...bjs

Ana Flor disse...

Olá Miquinhas,

Adorei a história e o colar! Quero mais colares para virem com histórias!
Beijinhos
Ana Flor

Ana Luar disse...

Encontraste uma forma original de nos presenteares com uma peça belissima... O teu colar. Está lindoooooo! Viva a paciência!

Sandra Soares disse...

Uma verdadeira epopeia, mas assegurado está! Valeu a pena, pois ficou muito bonito...
Bjinhos

Mila disse...

Muito lindo!Finissimo eh eh...E é bastante verdade o k disseste!Um beijo grande...lol
MILA.

olharbiju disse...

Adorei TUDO.
A lista está cada vez mais negra...
P.F fáz qualquer coisas bem feiinha!
P.S-és escritora e não dizias nada ao pessoal???
Atenção à lista zebrada!
bjnhos carinhosos
olharbiju

Magda disse...

Gostei muito!
Vem visitar o meu blog:
http://www.artegira.com
Vais encontrar novidades!

Maria Lemos disse...

Olá,
Para além de uma bela narrativa temos também um colarzinho de facto espectacular, parabens!

Anadosol disse...

Por aqui parece que a inspiração não acaba. E se o tempo se alia à perseverança, a criação origina perfeição. Está muito giro o colar e o pendente é lindíssimo. E quem sabe se essa laboura não origina um sem fim de histórias fantásticas. Brincar com as palavras é tão bom, descobri-las atrás das coisas, cheias de pó, faz-nos viajar, sorrir, chorar...
:) *anadosol*

Mirian disse...

Miquinhasssssss!!!!
Adorei ler e saber que não só eu acho que missangas são VIVAS e saem pulando pelos cantos da casa!
hehe
Adorei o colar!!!!
Bjos!

le voilà disse...

Muy lindo, me recuerda una planta marina, creo que todo lo relaciono con el mar ¿necesitaré un poco de playa? :)

Joaninha disse...

A paciÊncia valeu a pena, porque o colar ficou lindo! =D Beijinho*

Mundinho das Bijus disse...

Olá!!!

rendi-me a essa tua história :)

O resultado dessa tua aventura não podia ter corrido melhor! ;)

Beijinhos

Margaridices disse...

Adorei a história e o colar também!!
Muitos beijinhos
Margarida

MissAnger disse...

Já vi k além de talento para a bijutaria, o crochet e tudo mais, tens um imenso talento para escrever. Parabéns pela nova peça e por mais uma bela história!


;)***************************

alface disse...

Muitos parabéns Miquinhas não me quero repetir porque acho que já foi tudo dito... és uma pessoa cheia de talento a vários níveis que se vão revelando ao longo do tempo... também não se deve revelar tudo de uma vez senão perde a graça :) Adoooooorei a história e o colar é liiiiiindo!
Mais uma vez parabéns!
Beijinhos

Carlota disse...

Olá!
Adorei.
Dá trabalho e é uma aventura trabalhar com missangas mas o resultado final compensa.
Bjokas
Carla (karlota, a artesã)

Mia mia disse...

Ficou lindo, este colar :) A conta é divinal e as palavras.... :) eheheh, gosto das tuas palavras!
Bons trabalhos!

VerdeBlue disse...

Miquinhas,
gosto muito deste tipo de colares, e este... está lindo! os tons são demais!
ainda n me aventurei por isso mesmo, qd começo a imaginar missangas e um piolhito de volta delas...uiiii! desisto!
por isso ainda n me atrevi a fazer o mocho q me indicaste, lembraste?
beijocas***

Marchand disse...

De fato você traduziu exatamente o que acontece com todas nós quando doamos o nosso tempo a fazer coisas lindas, inspirações que saltam aos olhos quando vemos brilhos de missangas, vidrilhos, cores exoticas e vários outros materiais. Confesso que quando vou à loja para as compras, fico extasiada, nervosa e querendo trazer quase tudo apenas, para das asas a minha imaginação. Quem dera...!
Fico feliz de poder visitar o seu site, embora eu tenha escrito uma vez e você não tenha me respondido. Mas, considero que uma pessoa tão talentosa por vezes, estará com certeza ocupada, assim como eu também fico só de pensar em criar as minhas coleções para as minhas amiguinhas.
Desejo parabéns mais uma vez pelo lindo trabalho, e fico torcendo para que voce venha a fazer contato comigo, embora distante (no Brasil) mas, posso dizer que aqui conquistaste uma fã.
Um beijo e muitas felicidades!!!!!!
(Será que fica muito caro comprar este colar e mandar para o Brasil? Hehehehehehehehehe.....)


Beijos. Kathia.

miquinhas disse...

Kathia (Marchand).
Agradeço a sua visita e o simpático comentário e peço desculpa se alguma vez não retribui. Tenho por hábito retribuir todos os comentários, embora nem sempre o faça de imediato, pois infelizmente o tempo nem sempre é "suficiente".
Tenho muita consideração por todos os visitantes e pelas palavras de apoio e carinho que me deixam, pois são elas que me motivam a continuar esta actividade e a manter o blog.
Não me lembro sinceramente de ter visto um comentário seu (talvez tivesse ficado registado noutro nome), e se não respondi foi porque não me apercebi que não o tinha feito.
De qualquer forma, terei muito gosto em passar no seu blog, mas preciso que me deixe o endereço, pois o link que está no comentário não permite aceder ao seu perfil.
Beijinhos a todas as que por aqui passam e prometo que irei visitar-vos

Penduricalhos & Companhia disse...

...e quando metemo a mão e a enfiamos na casa daqueles araquenidios? Chiça....

Este colar tá a coisa ma linda....
BJS

Fazendo Arte disse...

Lindo de verdade!
E contas histórias muito bem!

bjs

Fazendo Arte disse...

Lindo de verdade!
E contas histórias muito bem!

bjs

Fazendo Arte disse...

Lindo de verdade!
E contas histórias muito bem!

bjs